Pular para o conteúdo principal

Vamos Fofocar...

Paola Oliveira quer ser musa ambiental
Intérprete de Verônica, a vilã de "Cama de Gato", que estreia hoje, na Globo, Paola Oliveira quer aproveitar a história da novela para apoiar causas ambientais. O folhetim das seis se passa em uma fábrica de perfumes ecologicamente responsável. "Acho muito importante. Se quiserem farei até campanhas", disse. A atriz afirmou que não come mais carne vermelha nem branca.

Despedida

Mariana Rios sairá mesmo de "Malhação" em novembro. "Foi incrível, mas uma hora tem de acabar", disse, sobre sua personagem Yasmin.

Tá na mesa

Começam hoje as inscrições para a segunda edição do "Super Chef", do "Mais Você".

Armadilha

Em "Poder Paralelo", Laila (Luciana Braga) agarrará Tony (Gabriel Braga Nunes) para que Rudi (Petrônio Gontijo) veja e pense que o irmão quer roubar sua namorada.

Hora de brilhar

A partir de hoje, Ione Borges sai de férias no "Manhã Gazeta", da TV Gazeta. Claudete Troiano comandará a atração sozinha até o dia 26.

Rango

Funcionários da Rede TV! reclamam da falta de uma cantina na sede do canal, em Osasco, que está em obras. Recentemente, um trailer que vendia comida foi retirado do local. A emissora afirmou que disponibiliza um refeitório.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…