Pular para o conteúdo principal

Vamos Fofocar...

Nova repórter do "CQC" fala com Gilberto Gil
Escolhida a oitava repórter do "CQC", a atriz Mônica Iozzi já deu expediente ontem, na Band. A paulista de Ribeirão Preto se reuniu com a equipe do programa e recebeu como sua primeira missão a tarefa de entrevistar o cantor Gilberto Gil, que gravou ontem, em São Paulo, um DVD, em um show só para convidados.
Para Marcelo Tas, Mônica venceu por causa de sua evolução no concurso e não por sua beleza. "Mas não temos preconceito contra gente bonita." O humorista adiantou que deve contratar outros finalistas da competição para acompanhar a Copa do Mundo e as eleições de 2010. "O ano que vem terá grandes eventos, precisaremos de mais repórteres."

Interferência 1
Estrela da série "Norma", que estreia no domingo, na Globo, Denise Fraga afirmou que a interação do público com o programa a fez repensar até sobre cirurgias plásticas. "Antes, eu era superavessa."

Interferência 2
Até a reforma da casa da atriz deve virar tema da atração.

Macabro
Hoje, na estreia do quadro "Profissão Perigo", no "TV Fama", da Rede TV!, Íris Stefanelli maquiará um defunto.

Deixa quieto
Musa de Tiago Santiago, Renata Dominguez não acompanhará o autor no SBT. "Sou da Record até 2014", disse.

Que bonitinho
O ator Dudu Azevedo pediu desculpa ao marido de Camila Pitanga, Cláudio Amaral Peixoto, porque maltratará a personagem da atriz na novela "Cama de Gato", da Globo.

Escorpião
Começam no sábado, em Paulínia (a 117 km de SP), as filmagens do longa sobre Bruna Surfistinha. Deborah Secco interpreta a ex-prostituta.

Criançada
Na segunda, às 8h, a Band volta a exibir desenhos com a estreia de "Band Kids". Giovana Grigio, Lucas Gonçalves, Thiago Falango e João Gabriel serão os apresentadores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…