quinta-feira, 26 de abril de 2012

Lenda Persa


Dois homens se apresentaram ao rei para uma tarefa. Foram contratados por um salário fixo. Depois de alimentados, voltaram à presença do soberano para ouvir a respeito de suas tarefas.
A primeira ordem foi que cada um pegasse uma cesta, colocando-a ao lado do poço. Iriam, alternadamente, tirar a água do poço para despejá-la dentro da cesta. No final do dia, o rei, pessoalmente, iria apreciar o trabalho deles.
Depois de cinco ou seis baldes de água tirados e jogados na cesta, um
dos contratados disse:
– Afinal, qual é o valor desse serviço? Quando lançamos a água dentro
da cesta, ela se escoa imediatamente!
O outro, entretanto, respondeu:
– O rei certamente conhece a utilidade do nosso trabalho. Ele sabe o
valor dele, do contrário não teria nos contratado.
– Pois não vou gastar minhas energias na execução de uma tarefa assim.
Dizendo isso, deixou de lado seu balde e partiu. O outro homem,
pacientemente, continuou o trabalho. O poço continha muita água, mas,
sem desanimar, ele foi repetindo a operação até que conseguiu
esgotá-lo.
Olhando atentamente para o fundo do poço forrado de lodo,
ele viu que havia lá um objeto que brilhava intensamente. Era um
valioso anel de diamantes! O homem pensou:
“O meu esforço teve sua utilidade. Foi útil e necessário!”
Na hora marcada, o rei chegou e encontrou somente um dos contratados que se manteve fiel as suas ordens. O rei falou:
– Parabéns pelo seu esforço e pela sua persistência. Por diversas
vezes, contratei outros servidores, mas todos desistiram no meio do
caminho. Nenhum deles teve, é claro, sua compensação. Tome: este anel é seu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos das Mensagens...