Pular para o conteúdo principal

A Sabedoria do Ancião

Um homem já idoso, porém muito sábio, morava em uma vila e tinha respostas para tudo. Um velho amigo resolveu lhe fazer companhia. E viu quando um jovem viajante aproximou-se do ancião e perguntou-lhe: "Que tipo de pessoas vivem aqui?" E o ancião perguntou: "E que tipo de pessoa vive no lugar de onde você vem?". Então o jovem respondeu: "Oh! Um grupo de malvados e egoístas. Estou satisfeito em abandonar aquele lugar e em nada me arrependo". A isso o ancião respondeu: "A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui". E o rapaz saiu rapidamente com a resposta. No dia seguinte, lá estavam os dois amigos no mesmo lugar, quando outro rapaz aproximou-se e perguntou ao ancião: "Senhor, como são as pessoas que vivem nesta vila?". Então ele respondeu com a mesma pergunta: "E que tipo de pessoa vive no lugar de onde você vem?". Ao que o rapaz respondeu: "pessoas amigas, honestas, seletas e hospitaleiras. Fiquei muito triste por ter de deixá-la para trás". E o Ancião respondeu: "A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui". O amigo que havia escutado as duas conversas, perguntou: "Como é possível você dar respostas tão diferentes para mesma pergunta, satisfazendo-as?" E então o ancião respondeu: "Ora, amigo, cada um carrega no seu coração o meio ambiente em que vive. Nós somos responsáveis pela transformação do mundo exterior. Aquele que nada semeou no passado, não pode querer colher bons frutos no futuro. Porém, o que faz amigos e cultiva amizades, semeará o fruto deste plantio. Precisamos de amigos para trocar, nos ensinar, nos conduzir, nos alegrar. Cada um é muito especial para Deus e tem algo a dizer. Mesmo que seja breve, com certeza deixará um ensinamento para nós. O ambiente, o presente e o futuro somos nós que criamos e isso só depende de nós mesmos. Em outras palavras, o mundo tem a cor que lhe damos através das nossas lentes... Boa Sorte a todos..
Adriano Carlos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…