Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 25, 2010

Mensagem do Dia 25 de Novembro de 2010.

Vida - Morte - Vida...
Clarice Pínkola escreve sobre o ciclo da vida-morte-vida. Ela diz que morremos e nascemos muitas vezes, às vezes num mesmo dia, numa mesma semana, num mesmo mês, na mesma vida. Fala que morte não é prenúncio do fim, mas de um início, e mais, diz que é nossa a tarefa de matar, matar algo para permitir que uma nova vida venha.
Matar dentro de nós. Questão de espaço. Faz sentido. É que não comportamos tudo. Não há espaço para tanto sentir.
E quando insistimos em manter vivos certos sentimentos através de respiração artificial, não há espaço para nascer nada de novo.
Então temos que abrir o baú e matar dentro de nós mágoas, dores – velhas ou novas, moções empoeiradas, vícios humanos, escolhas erradas, ferimentos mantidos sangrando, decepções, conceitos obliterados, amores infelizes, imagens amareladas, relacionamentos passados, tristezas, amarguras, pessoas … E por aí vai …
A lista é individual, cada um tem a sua. O que é comum a todos é a responsabilidade de, inter…