segunda-feira, 17 de maio de 2010

Mensagem do dia 17 de Maio de 2010..

João e o Anjo

João sempre foi um rapaz de muita fé. Nunca deixava de fazer suas orações. Tinha o seu anjo da guarda muito forte em seu coração. Antes de sair de casa, nunca esquecia de rezar, pedindo proteção ao seu anjo.

João levantou atrasado naquela manhã. Tomou seu café correndo, e foi na garagem pegar seu carro para ir trabalhar. João trabalhava numa cidade vizinha. Tinha que pegar uma rodovia.

Foi rezando pelo caminho, mesmo afobado com o atraso:
Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se a Ti me confiou a Piedade Divina, sempre me rege, me guarde, me governe, me ilumine. Amém.

João estava a 20, 40, 60, 80, 100, 120, e, finalmente, a 140 quilômetros por hora quando aconteceu o acidente. Ao acordar, percebeu seu estado, suas roupas sujas...

João ouviu alguém dizer:
Não se preocupe com isso João. Aqui ninguém repara...
Quem é você? - perguntou João ao desconhecido de barbas
brancas... - Sou São Pedro.

O quê? Quer dizer que eu morri? Que estou no céu? Mas, como pode ser isso? E o meu anjo da guarda? Como pode ter me abandonado? Pedi sua proteção ao sair de casa. Tenho certeza de que ele estava comigo! Cadê ele. Preciso ter uma conversa com ele.

Então, São Pedro o levou junto a uma legião de anjos e disse:
- Pode perguntar ao seu anjo o que quiser. Qual deles é o seu?
João foi passando um por um até chegar no menorzinho da turma, que o olhou com ternura.
- É você o meu anjo da guarda?
Não estavas comigo? Como explica isso?

O anjo, então lhe disse:
- João, quando você estava a 20 por hora, eu estava contigo... A 40, eu estava contigo... A 60, eu estava contigo... A 80, meio temeroso, ainda estava contigo... Mas quando você chegou a 100, 120, 140, meu amigo, eu pulei fora...

Arquivos das Mensagens...