Pular para o conteúdo principal

Mensagem do dia...


Deixe a lágrima rolar

Quando sentir vontade de chorar, chore! Deixe a lágrima rolar!
Qual adulto, idoso, criança, pode se gabar de não ter sentido
um dia a necessidade de colo?

Quem atira a primeira pedra? Por mais que sejamos fortes,
não podemos fugir às tempestades da vida.

São as decepções, as perdas ou simplesmente nossas expectativas
que não são correspondidas que nos fazem, independente da nossa
idade ou situação, nos faz sentir pequenos o bastante para desejarmos colo.

A alma fica lavada. Por isso chorar alivia. Por isso chorar dá sono.
Quando acordamos depois de termos chorado, nos sentimos mais leves,
nos sentimos prontos para encarar um novo dia, uma nova situação.

Então... quando sentir vontade, não se contenha! Peça colo, peça ombro...
Deixe a lágrima rolar! Ser forte não é ser durão ou durona!

Ser forte é ser capaz de se reconhecer frágil e saber que dará a
volta por cima! Ser forte é saber que as marés podem ser altas ou baixas,
mas que apesar de tudo as ondas nunca desistem do sonho de beijar a areia.

E elas beijam sempre...

Bom dia!!!

(Letícia Thompson)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…