Pular para o conteúdo principal

Vamos Fofocar...

SBT é condenado a pagar R$ 1 mi por exibir reportagem sobre "peladões"O SBT e sua retransmissora no Rio Grande do Sul foram condenados a pagar R$ 1 milhão de indenização por danos morais ao Clube Naturista Colina do Sol. A condenação diz respeito à exibição de imagens da comunidade de nudismo no "Programa do Ratinho, em abril de 1999.

Naquele ano, os moradores da Colina do Sol aceitaram participar de uma reportagem para o "SBT Repórter", desde que as cenas não fossem mostradas na atração de Carlos Massa. Dias depois do SBT Repórter, o "Programa do Ratinho" exibiu uma "reportagem" sobre os "peladões" de Colina do Sol. A decisão é de primeira instância e ainda cabe recurso. Procurado, o SBT não se pronunciou.

Motorizada Ana Maria Braga gravará em São Paulo, no dia 5 de novembro, no Credicard Hall, o "Mais Você" especial de dez anos. No programa, sorteará dez carros.

Bico De férias, após "Caminho das Índias", Bruno Gagliasso atacará de DJ em SP. Tocará house no Club Royal, no dia 22.

Xiii"Caras & Bocas" encostou no Ibope de "Viver a Vida", na terça. Marcou 36 pontos, contra 37 do folhetim das oito.

Fim dos trabalhosAcontece hoje, em Itatiba, as últimas gravações de "Vende-se o Véu de Noiva", do SBT. A trama vai ao ar até janeiro.

Interpretação Maitê Proença falou sobre a piada que fez em Portugal. "É uma pena, mas, hoje qualquer covarde pode tirar algo de seu contexto e começar um linchamento via internet. O fato é que amo e amarei Portugal independente dos mal-intencionados", disse.

Fazendo doce O ator Matheus Rocha nega, mas está quase certa sua participação em "A Fazenda 2".

Justiça A Rede TV! foi condenada a pagar R$ 20 mil de indenização a uma estudante. Em 2007, o quadro "Vô, num Vô", do "Pânico da TV", exibiu imagens não autorizadas da garota. Ainda cabe recurso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…