Pular para o conteúdo principal
Combata a hostilidade

A reação natural à hostilidade é. . . hostilidade. Ainda assim, muito da hostilidade
que encontramos se deve à ignorância e à incompreensão. Com freqüência,
quando as partes desenvolvem um melhor entendimento uma da outra, a causa da ira desaparece.

Na próxima vez que você encontrar hostilidade, tome o tempo necessário para
explicar-se, clara e pacientemente, com sinceridade, sem amargura ou sarcasmo.
Coloque-se no lugar da outra pessoa e esforce-se para entender sua perspectiva.

O modo como você reage à hostilidade depende de você. Você pode seguir
com a luta até o ponto em que ninguém ganha. Ou você pode tentar a compreensão.
A compreensão serve para esfriar a ira.
Pode revelar bases comuns para o entendimento e a cooperação.

Sim, existem pessoas que preferem a ira, não importa o que aconteça.

Mas existem muitas outras que desejam simplesmente sentir-se compreendidas.

Bom dia!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…