Pular para o conteúdo principal

Mensagem do Dia...28/Set/2009

Conscientes

A vida é cheia de contrastes e difusões que nos levam a multiplicação
de pensamentos. Quando não organizamos bem estes pensamentos,
entramos em crise com o nosso eu consciente e colocamos para fora
uma série de pensamentos negativos.

A partir do momento em que estivermos conscientes de que todos os
problemas do mundo possuem solução, estaremos firmes na busca de um
alto grau de evolução neste planeta, missão esta definida por Deus diante
da sabedoria universal.

Para tanto, em vez de ficarmos brigando com o nosso eu interior,
poderemos deixar de lado os problemas e esperar que o tempo se
encarregue de pôr as coisas no seu devido lugar.

Por isso, quando algum problema surge, utilizemos uma frase que pode
ajudar muito.

- Nada me aborrece!

- Use com mais frequência esta frase.

As coisas ficarão mais fáceis de serem encaradas.

Lembre-se: nada nos aborrece! Boa semana para todos...
Adriano Carlos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos

MENSAGEM do dia 19 de novembro na voz de Adriano Carlos



Quem sabe não precisa? Um dia eu estava na frente de casa secando meu carro. Eu tinha acabado de lavar o carro e esperava minha esposa para sair para o trabalho. Vi, descendo a rua, um homem que a sociedade consideraria um mendigo. Pela aparência dele, não tinha carro, nem casa, nem roupa limpa e nem dinheiro. Tem vez que você se sente generoso mas há outras vezes que você não quer nem ser incomodado. Este era um dia do "não quero ser incomodado".

- Espero que não venha me pedir dinheiro. Pensei.
Não veio. Passou e sentou-se em frente, no meio-fio do ponto de ônibus e não parecia ter dinheiro nem mesmo para andar de ônibus. Após alguns minutos falou,
- É um carro muito bonito.

Sua voz era áspera mas tinha um ar de dignidade em torno dele. Eu agradeci e continuei secando o carro.
Ele ficou lá. Quieto, sentado enquanto eu trabalhava. O previsto pedido por dinheiro nunca veio. Enquanto o silêncio entre nós aumentava, uma voz…